Empresa






BREJEIRO.

Semeando qualidade e inovação há mais de 70 anos.

Fundada em 1944, pelo imigrante italiano Max Leonardo Define, a Brejeiro iniciou suas atividades guiada pelos princípios de qualidade e inovação. Direcionamento que revolucionou o mercado e rendeu à Brejeiro o título de 1ª empresa brasileira a empacotar arroz e colocar o produto em supermercados.

Seguindo esta tradição, a companhia ampliou o seu portfólio. Além do tradicional Arroz Brejeiro, a companhia oferece também soja, farelo e farinha de soja, mistura proteica, óleos vegetais, gordura vegetal, sementes de soja de alto padrão, proteína de soja e biodiesel. A mistura e proteína de soja são produzidas a partir de soja não-GMO.

Reconhecida mundialmente devido à sua excelência em todos os processos, a Brejeiro é uma empresa moderna, que se diferencia por semear qualidade e inovação em tudo o que faz.

GALERIA
galeria

veja mais
 

VIDEOS
videos

veja mais


 

FacebookTwitter

     DEPOIMENTOS

  • Dalila Silva Borges Barzotto

    Produtora em Abadiania (GO) há 24 anos.

    “A competitividade de mercado levou os produtores a aplicarem tecnologia de ponta, investindo na correção de solo, máquinas de alta precisão e pesquisa de mercado futuro. Com isso, temos que ter um parceiro à altura que nos ofereça semente das quais farão jus aos nossos investimentos. Sendo parceira Brejeiro de longos anos, mantemos respeito e cumplicidade com a missão de darmos nossa parcela de contribuição para alimentamos este gigante país chamado Brasil.”

  • Moacir Vanderley Bocalon

    Parceiro do Grupo Brejeiro há 18 anos.

    “Graças à parceria com a Brejeiro, que nos proporciona sempre novidades como cultivares mais produtivos e adaptados às nossas condições, somados aos novos eventos tecnológicos, estamos melhorando nossa produtividade e, principalmente, tendo mais facilidade nos tratos culturais.”

NOSSA HISTÓRIA

  • 1944 – 1954

    A Brejeiro nasceu em 1944, quando Max Leonardo Define fundou, em Orlândia (SP), a Companhia e Beneficiamento de Produtos Agrícolas. E começou a oferecer algodão e arroz, a granel, para feiras e mercearias.

  • 1954 – 1964

    Com a criação dos supermercados, a Brejeiro saiu na frente e inovou o mercado, se tornando a primeira empresa brasileira a comercializar o arroz com “marca”. Nessa época, foi criado o personagem Brejeirinho, que estrelou uma série de propagandas que ficaram famosas na televisão.

  • 1964 – 1974

    Nessa década, o Arroz Brejeiro consolidou-se como o mais vendido nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Com esse crescimento, a companhia passou a produzir óleo e farelo de arroz, que logo assumiram a liderança de mercado.

  •  

    1974 – 1984

    Com o tabelamento dos preços, a Brejeiro decidiu diversificar a sua área de atuação. E, em 1974, ingressou no setor de soja com o óleo da marca Sublime.

  • 1984 – 1994

    Após consecutivos investimentos para a melhora do refinamento do óleo de soja, a Brejeiro conseguiu um produto mais puro, claro e de sabor tão neutro quanto os óleos de arroz e algodão.

  • 1994 – 2004

    No final dos anos 90, a Brejeiro começou a produzir lecitina de soja e logo recebeu a certificação HACCP de Qualidade. Por processar apenas soja não transgênica, com garantia de procedência, a Brejeiro passou a exportar lecitina e farelo de soja para diversos países. O que rendeu à companhia uma posição privilegiada no mercado internacional. Com esse ganho de qualidade, ingressou na produção de gordura vegetal hidrogenada.

  • 2004 – HOJE

    Com produtos de qualidade e uma ótima imagem no mercado mundial, a Brejeiro continuou somando conquistas, como a Certificação Kosher (Ortodox Union, Certificação GMP+ e Certificação HALAL e IP), que comprovam a qualidade e a excelência Brejeiro.

NOSSA HISTÓRIA



  • 1944 – 1954

    A Brejeiro nasceu em 1944, quando Max Leonardo Define fundou, em Orlândia (SP), a Companhia e Beneficiamento de Produtos Agrícolas. E começou a oferecer algodão e arroz, a granel, para feiras e mercearias.

  • 1954 – 1964

    Com a criação dos supermercados, a Brejeiro saiu na frente e inovou o mercado, se tornando a primeira empresa brasileira a comercializar o arroz com “marca”. Nessa época, foi criado o personagem Brejeirinho, que estrelou uma série de propagandas que ficaram famosas na televisão.

  • 1964 – 1974

    Nessa década, o Arroz Brejeiro consolidou-se como o mais vendido nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Com esse crescimento, a companhia passou a produzir óleo e farelo de arroz, que logo assumiram a liderança de mercado.

  •  

    1974 – 1984

    Com o tabelamento dos preços, a Brejeiro decidiu diversificar a sua área de atuação. E, em 1974, ingressou no setor de soja com o óleo da marca Sublime.

  • 1984 – 1994

    Após consecutivos investimentos para a melhora do refinamento do óleo de soja, a Brejeiro conseguiu um produto mais puro, claro e de sabor tão neutro quanto os óleos de arroz e algodão.

  • 1994 – 2004

    No final dos anos 90, a Brejeiro começou a produzir lecitina de soja e logo recebeu a certificação HACCP de Qualidade. Por processar apenas soja não transgênica, com garantia de procedência, a Brejeiro passou a exportar lecitina e farelo de soja para diversos países. O que rendeu à companhia uma posição privilegiada no mercado internacional. Com esse ganho de qualidade, ingressou na produção de gordura vegetal hidrogenada.

  • 2004 – HOJE

    Com produtos de qualidade e uma ótima imagem no mercado mundial, a Brejeiro continuou somando conquistas, como a Certificação Kosher (Ortodox Union, Certificação GMP+ e Certificação HALAL e IP), que comprovam a qualidade e a excelência Brejeiro.